Notícias

Santa Casa de Itapeva é premiada no Encontro Estadual sobre Transplante de Órgãos

Equipe da CIHT ladeados pela diretora-técnico administrativa Vanda Vitória Carneiro de Santana e o superintendente Aristeu de Almeida Camargo Filho
Equipe da CIHT ladeados pela diretora-técnico administrativa Vanda Vitória Carneiro de Santana e o superintendente Aristeu de Almeida Camargo Filho

Evento realizado em São Paulo reuniu mais de 200 profissionais e destacou a atuação das instituições que atuam na captação de órgãos para transplante, entre elas a Santa Casa de Itapeva

A Secretaria de Estado da Saúde realizou, no final de setembro, o 1º encontro de profissionais que atuam com doação e transplantes de órgãos em SP. O evento inédito ocorre em celebração ao ‘Setembro Verde’, mês de incentivo à doação de órgãos. O grande destaque do evento foi a homenagem realizada para as equipes com os melhores indicadores na área, entre elas, a Santa Casa de Itapeva, que recebeu o troféu “Amigo do Transplante”.

O principal objetivo do evento foi promover a integração e a atualização do conhecimento técnico-científico de gestores de saúde, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais ligados à área de cuidados intensivos (UTI, reanimação, sala de emergência, etc.), que atuam nas 150 CIHT (Comissões Intra-hospitalares de Doação e Transplantes) e 10 OPO (Organizações de Procura de Órgãos) no Estado de São Paulo.

Para os integrantes da CIHT da Santa Casa de Itapeva fazer parte das instituições com melhor desempenho é motivo de grande satisfação. “Nós da CIHT (Comissão Intra-Hospitalar de Transplantes), dedicamos esse reconhecimento do sistema Estadual de Transplante a todos os colaboradores da Santa Casa, assim como outros parceiros, que participam direta ou indiretamente de todo o processo, sem os quais não seria possível atingir destaque nesse trabalho, que envolve a competência da equipe técnica e o comprometimento e dos familiares que se propõem a efetivar a doação de órgãos”, comenta Dra. Valéria Moreira, coordenadora da CIHT.

Recorde de transplantes no país*

O Estado de São Paulo realiza cerca de 40% dos transplantes do Brasil. A Central de Transplantes paulista foi pioneira no país, e completou 21 anos em julho de 2018, com um balanço superior a 100 mil doações foram realizadas em mais de duas décadas.

Em 2018, até o mês de setembro, foram realizados no Estado de São Paulo 2.234 transplantes de órgãos, sendo 1.528 de rim, 491 de fígado, 75 de coração e 73 de pulmão.

Se comparado há 10 anos, é possível ver um aumento substancial no número de transplantes, visto que em 2008, foram realizados 1270 transplantes de órgãos, o que representa um aumento de 76%.

Os números são resultado do trabalho das Comissões Intra-Hospitalares de Transplantes (CIHT), que realizam a busca e identificação de doadores potenciais de órgãos e tecidos na instituição onde está sediada, por meio da articulação com as equipes médicas da instituição, em especial as das Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) e Urgência e Emergência, no sentido de estimular o adequado suporte para fins de doação, colaborando para a otimização e manutenção das condições clínicas do doador. O trabalho das comissões, em parceria com as Organizações de Procura de Órgãos (OPOs), é essencial na viabilização e cuidado dos doadores de órgãos, e consequentemente para a otimização do cenário de transplantes em SP.

*(Fonte: Secretaria do Estado da Saúde)